Analises com conjunto de contatos no Simulation

Análise de contato

Devemos entender como os componentes interagem, para que o modelo matemático calcule corretamente a tensão e a deformação.

Diferentes condições precisam ser consideradas, nas quais as peças podem se separar ou penetrar, e se as superfícies podem ou não deslizar entre si.

As condições de contato podem ser agrupadas e definidas em duas categorias: componente e local.

 

Contato do componente

Os contatos do componente determinam como as peças ou submontagens em contato ou próximas interagem na ausência de substitutos locais.

As opções de “contato de componente” definem como os componentes interagem. As condições de componente podem ser substituídas definindo condições locais diferentes para partes de recursos selecionados.

As opções disponíveis são:

  • Unido
  • Permitir penetração
  • Sem penetração

Contato local

Quando a condição de contato do componente de nível mais alto continua sem penetração e uma força maior tende a unir dois componentes, pode ser preciso especificar uma condição de contato local para evitar que os componentes penetrem um no outro.

Uma condição de contato local tem precedência sobre o contato do componente. Em geral, a hierarquia das condições de contato pode ser explicada pela figura abaixo.

As opções disponíveis são:

  • Unido
  • Permitir penetração
  • Sem penetração
  • Ajuste por contração
  • Parede virtual

Os contatos locais têm prioridade sobre todas as condições do componente, enquanto todos os contatos de componente definidos pelo usuário têm prioridade sobre a condição do componente do nível superior da montagem servindo de forma essencial como condição de contato global para toda a montagem. Embora os contatos do componente se apliquem às faces de peças ou montagens inicialmente em contato, as condições locais podem apresentar espaçamentos e separação inicial.

 

Gerente de Marketing